18 de agosto de 2012

Mea Culpa

Eu tive vergonha do Macbeth-Circus. Conforme eu aprendi mais e mais sobre blogs, ficou claro pra mim que ele estava longe do que se pode chamar "um blog de sucesso". Ele estava a anos luz de qualquer blog profissional. Ele era um blog pequeno, onde eu comentava coisas que me faziam pensar no dia-a-dia, com meia duzia de leitores que comentavam os meus posts e que se tornaram amigos dada a proximidade. Nada como um blog com milhares de visitas diárias, comentaristas novos todos os dias que mal dava pra conhecer pelo nome, e que rendia milhares de reais por mês pros blogueiros envolvidos.

Hoje eu percebo que o meu blog era exatamente o que eu queria. A interação com meus leitores era uma das melhores coisas da minha vida. Hoje eu parei pra ler alguns comentários antigos e percebi que aquilo era maravilhoso. E a Luana Andrade me disse uma vez num comentário que o bom do meu blog era a proximidade autor-leitor. Só agora eu entendo como ela estava certa. Eu não quero cair num clichê, mas eu era feliz e não sabia.

Houve um tempo em que eu comecei a ler meus posts antigos e fiquei horrorizada com a "roupa suja" exposta no blog. Hoje eu não consigo nem entender o que diabos eu estava pensando quando achei isso. Eu fiquei tão focada num modelo de "blog profissional" (modelo totalmente equivocado, diga-se de passagem) que eu me distanciei do leitor e do próprio blog, passando a tratá-lo como uma espécie de negócio, com o qual eu não devia trocar afeto. Caralho, eu matei meu blog.

Mea maxima culpa.

O primeiro passo pra corrigir um erro é "admitir a merda que fez". Aguardem.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Ir ao Topo Ir ao Fundo